Taizé acolhe os frades do Capítulo das Esteiras Under Ten

Com a presença de 87 entidades da Ordem dos Frades Menores, começa neste domingo, 7 de julho, em Taizé, o Capítulo das Esteiras Under Ten, a grande assembleia mundial que vai reunir os frades que vivem os primeiros anos de profissão solene. Desta Província Franciscana da Imaculada Conceição foram indicados como representantes Frei Rodrigo da Silva Santos, Frei Douglas Paulo Machado e Frei Alisson Zanetti. Pelo Brasil, 16 frades estarão no evento representando a Conferência Brasileira dos Frades Menores.

O domingo, contudo, está reservado para a chegada dos participantes. Já a segunda, 8 de julho, terá uma manhã intensa de oração e reflexão e, às 15 horas, o Ministro Geral, Frei Michael Perry, fará a abertura oficial do Capítulo. Frei Michael falará aos jovens frades na terça e o atual prior, o Irmão Alois, falará na quarta. O atual Secretário Geral da Formação e Estudos, Frei Cesare Vaiani, terá um encontro com os frades na quinta.

O tema “Frades em diálogo” foi escolhido pelo Ministro Geral, Frei Michael Perry, em sua carta de convocação do Capítulo das Esteiras Under Ten, recordando “a necessidade de sermos tecelões de diálogo, construtores de pontes, artesãos da paz, hoje, mais do que nunca, desafios a cada um de nós e à vida de nossas fraternidades”.

Segundo o Ministro Geral, Taizé é um lugar ideal para este encontro, pois há décadas vive e encarna o diálogo ecumênico e a reconciliação entre os povos. “Esta jornada representa um ‘tempo de graça’ caracterizado pela escuta mútua entre os frades Under Ten, provenientes de diversas entidades da Ordem, da partilha da vida com a comunidade do lugar, do encontro com os milhares de jovens que estarão presentes”, escreveu em carta a todos os jovens frades. Antes, foram realizados os Capítulos no Brasil (2001), Terra Santa (2007) e o último no México (2012).

Segundo o Ministro Provincial, Frei César Külkamp, a Ordem Franciscana olha com muito carinho esta faixa de idade dos frades, por considerá-la mais vulnerável aos abandonos e crises vocacionais. “Tendo em vista isso, a Ordem passou a orientar a todas as entidades – províncias, custódias e fundações – que procurassem dar uma atenção maior, a partir da Formação Permanente, a esta etapa”, explicou Frei César, durante o Pré-Capítulo, que envolveu todos os frades dessa faixa etária da Província, em São Paulo, nos dias 24 e 25 de março últimos.

Finalmente, depois do Capítulo em Taizé, entre agosto e dezembro de 2019, em cada entidade se realizará outro evento pós-capitular, semelhante ao celebrado na fase pré-capitular e, portanto, convocado pelos Ministros, Custódios e Presidentes, e organizado pelo frade Moderador para Formação Permanente (na Província é Frei Fidêncio Vanboemmel)  ou por delegado para os Frades Under Ten. Nesta Província, os frades desta faixa etária se encontrarão em Retiro, de 23 a 26 de setembro, em Rondinha.

O Tau simboliza a Ordem dos Frades Menores. No logotipo se pretende mostrar o frade e a fraternidade em geral. Ao evocar a cruz de Cristo, identifica-se com o próprio Cristo.

O Tau é a última letra do alfabeto hebreu. No profeta Ezequiel (9,4) e no Apocalipse (7,2-3) essa letra é apresentada como um sinal de salvação. Devido à semelhança com a cruz, este símbolo foi adotado pelos cristãos como uma lembrança de sua pertença a Cristo. Esse sinal também foi muito querido por São Francisco (FF990).

Fonte: Franciscanos

Julinho Zanatta

Pastoral da Comunicação - PASCOM

%d blogueiros gostam disto: