Papa: economia para o bem comum ligada à ética

Na manhã desta sexta-feira (03/05), o Papa Francisco recebeu os membros da Fundação Guido Carli. A Associação se caracteriza por premiar o trabalho de pessoas que se destacam em alguns setores como economia, finanças, empresariado, cultura e jornalismo, mas dedica-se principalmente ao compromisso social com a valorização da meritocracia, honestidade e transparência.Ouça e compartilhe

Em seu discurso o Papa evidenciou:

“ Todos nós temos consciência do fato que, entre as contradições da sociedade moderna há também esta: por um lado a prevalência de critérios unicamente econômicos e de atividades dirigidas ao consumo e por outro, se manifesta cada vez mais a incapacidade de conciliar a justa distribuição de renda com a valorização das perspectivas ”

Em seguida o Pontífice afirmou:

“ A economia produz um serviço ao bem comum se for ligada à ética, que é medida universal do autêntico bem humano ”

Por fim o Papa elogia o significativo compromisso social da Fundação em promover a “solidariedade”, destacando que “é um valor humano que, na perspectiva cristã, realiza o dever da caridade evangélica”.

Fonte: Vatican News

Julinho Zanatta

Pastoral da Comunicação - PASCOM

%d blogueiros gostam disto: